Notas de Imprensa

17 de Fevereiro de 2021

MINJUD E BNA ASSINAM PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO PARA PROMOÇÃO DA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO FINANCEIRAS

A Ministra Ana Paula do Sacramento Neto, em representação do Ministério da Juventude e Desportos (MINJUD) e o Governador José de Lima Massano, em representação do Banco Nacional de Angola (BNA) , assinaram um Protocolo de Cooperação para o desenvolvimento de iniciativas e actividades no âmbito da formulação de directrizes, programas e instrumentos para o fomento da literacia e inclusão financeiras da população juvenil angolana, em linha com os objectivos do Projecto de Desenvolvimento do Sistema Financeiro (PDSF 2018-2022) e do Plano Nacional de Inclusão Financeira (PNIF 2018-2022).

Reconhecendo a necessidade de reforçar relações de cooperação institucional, o MINJUD e o BNA acordam cooperar na concepção, desenvolvimento e implementação de iniciativas, a nível nacional, com o objectivo de promover a literacia e a inclusão financeiras dos adolescentes e jovens, de modo a proporcionar-lhes níveis de literacia e de capacidade que lhes permitam estabelecer uma relação responsável e consciente com as instituições do sistema financeiro, através do uso racional dos produtos e serviços financeiros; desenvolver programas de empreendedorismo que visem a preparação e capacitação dos jovens para o mundo dos negócios, criando emprego e riqueza, bem como contribuindo para o crescimento do Produto Interno Bruto e, consequentemente, para a melhoria do bem-estar das famílias.

Assim, as iniciativas decorrentes da cooperação entre as duas entidades são endereçadas aos jovens e adolescentes de todo o país, circunscritos na dinâmica das suas respectivas famílias, comunidades, escolas, instituições públicas, privadas bem como em outros ambientes sociais, e serão implementadas nas escolas, núcleos habitacionais, associações, centros comunitários, organizações juvenis, igrejas, bem como Casas e Centros Sociais da Juventude em todo o território nacional.

Este Protocolo de Cooperação, celebrado por um período de dois anos,  possuirá um Grupo de Trabalho responsável pela definição do Plano Geral de Actividades, cronograma, metas, planos específicos de eventos, bem como mecanismos de monitoramento, avaliação e fiscalização da execução das actividades e iniciativas dele decorrentes.

chart
chart